Família

Ensino bilíngue: entenda como funciona e suas vantagens!

Por FTD Educação

Estimativa de leitura: 5min 51seg

26 de fevereiro de 2024

O que você conhece sobre o ensino bilíngue? Confira algumas informações dessa modalidade que pode abrir portas para o seu filho no futuro!

Você sabia que o Brasil é o sexagésimo colocado no ranking de proficiência mundial em inglês? Pois é! Enquanto isso, Portugal (país que também fala português) ocupa a sétima colocação. Esses dados são relevantes porque dominar o idioma faz com que as pessoas ganhem bem mais em seus empregos.

Ou seja: o ensino bilíngue é algo fundamental para as próximas gerações, fazendo com que esses números mudem e os brasileiros possam se comunicar melhor em inglês e em outros idiomas. 

Mas como isso funciona? Continue a leitura para tirar as suas dúvidas sobre o assunto e conheça, também, algumas das vantagens do ensino bilíngue para turmas de todas as idades. 

O que é o ensino bilíngue?

O ensino bilíngue refere-se a um modelo educacional no qual os estudantes têm a oportunidade de aprender e se comunicar em duas línguas durante o processo de ensino e aprendizagem. 

O objetivo do ensino bilíngue é desenvolver a proficiência em ambas as línguas, promovendo habilidades cognitivas, culturais e linguísticas. 

Geralmente, as escolas bilíngues oferecem instrução em uma língua adicional além da língua predominante do ambiente em que estão localizadas. Algumas abordagens para esse aprendizado acontecer são:

  • imersão total, em que as aulas são conduzidas 100% na língua-alvo, proporcionando uma imersão total no idioma;
  • dupla imersão, em que isso acontece de forma equilibrada (por exemplo, algumas aulas em português e outras em inglês).

Qual é a diferença entre educação bilíngue e cursos de idiomas?

A educação bilíngue e os cursos de idiomas são conceitos relacionados, mas diferem em termos de escopo, abordagem e objetivos. A primeira envolve um programa educacional mais abrangente, no qual os estudantes recebem instrução em duas línguas ao longo de várias disciplinas e áreas do currículo. 

A segunda, por sua vez, foca apenas no ensino de uma língua específica. Ou seja: o ensino bilíngue, normalmente, está associado a metodologias que promovem o aprendizado de disciplinas normais (como matemática, ciências e outras) em outro idioma.

Os cursos abordam apenas o aprendizado da língua, sem a imersão, mas também podem levar um indivíduo à fluência. No entanto, tendem a fazer isso em um período um pouco mais longo.

Qual é a idade adequada para implementar o ensino bilíngue?

Muitas escolas bilíngues começam a expor as crianças a uma segunda língua já na educação pré-escolar e infantil, geralmente a partir dos 3 anos. Mas o processo pode começar em qualquer momento, até mesmo na adolescência ou vida adulta.

No entanto, quanto antes, melhor! Afinal, as crianças têm uma capacidade natural de absorver conhecimento e são mais suscetíveis à aquisição de diferentes idiomas. Mesmo assim, é claro que pessoas de qualquer idade podem aprender uma nova língua.

Quais são as vantagens do ensino bilíngue?

De acordo com pesquisa divulgada pelo British Council, apenas 5% dos brasileiros afirmam ter “algum conhecimento” sobre a língua inglesa. Quando o assunto é a fluência, os números são ainda menores.

Com isso, chegou a hora de você conferir algumas das vantagens do ensino bilíngue para o aprendizado, desenvolvimento e, claro, para a abertura de oportunidades ao longo da vida. Vamos lá!

Desenvolvimento da fluência

O ensino bilíngue desempenha um papel crucial no desenvolvimento da fluência em duas línguas. A exposição regular e consistente a ambientes onde as línguas são utilizadas de maneira autêntica permite que os estudantes aprimorem suas habilidades linguísticas de maneira natural. 

Ao integrar o aprendizado da língua em diversas disciplinas, os estudantes têm a oportunidade de aplicar o conhecimento linguístico de forma prática e contextualizada. Esse processo contínuo de interação linguística contribui para a aquisição de vocabulário extenso, melhoria na pronúncia e desenvolvimento da capacidade de se expressar eficazmente em ambos os idiomas.

Melhora das habilidades cognitivas

O ensino bilíngue tem sido associado a uma melhoria significativa nas habilidades cognitivas dos estudantes. A necessidade de alternar entre duas línguas estimula áreas específicas do cérebro, promovendo a flexibilidade cognitiva e a capacidade de multitarefa.

Estudos sugerem que crianças bilíngues podem ter vantagens em tarefas que exigem resolução de problemas e tomada de decisões, além de serem mais criativas.

Maior sensibilidade cultural

A questão cognitiva não para por aí. Os mesmos estudos também mostram que há uma otimização da exploração de culturas por meio do aprendizado de um novo idioma. Assim, o ensino bilíngue vai além do aspecto linguístico, incorporando a exploração e compreensão de diferentes costumes.

Os estudantes desenvolvem uma maior sensibilidade cultural, aprendendo a apreciar e respeitar as nuances culturais de cada idioma. Essa exposição contribui para a formação de indivíduos mais culturalmente competentes e abertos à diversidade, preparando-os para interações significativas em um mundo cada vez mais conectado.

Vantagens acadêmicas

A capacidade de processar informações em duas línguas fortalece as habilidades de leitura, escrita e análise crítica. Além disso, a flexibilidade cognitiva adquirida por meio do ensino bilíngue pode se traduzir em melhor desempenho em disciplinas como matemática e ciências. 

Essas vantagens acadêmicas colocam os estudantes bilíngues em uma posição favorável ao longo de sua jornada educacional e permitem, como visto ao longo do texto, que ocorra uma abertura de portas e até mesmo a possibilidade de maiores remunerações no dia a dia de trabalho.

Preparação para o mercado de trabalho

E por falar nele… a proficiência em mais de uma língua é uma habilidade altamente valorizada no mercado de trabalho. Pessoas bilíngues estão mais preparadas para se comunicarem eficazmente em contextos internacionais, colaborar em equipes multiculturais e aproveitar oportunidades profissionais em diversas regiões do mundo. 

Ainda, a adaptação a diferentes línguas e culturas pode ser um diferencial significativo em carreiras que demandam flexibilidade e abertura para a diversidade, contribuindo para o sucesso profissional a longo prazo.

Gostou de saber mais sobre o ensino bilíngue? Agora, é hora de fazer o possível para implementar o inglês (ou outros idiomas) no dia a dia das crianças do seu convívio! Esse é um investimento para um futuro mais promissor e cheio de oportunidades.

Para mais informações, entre em contato com a FTD Educação! Temos soluções para otimizar o aprendizado bilíngue de forma divertida, eficiente e transformadora.

O que achou dessa matéria?

O que achou dessa matéria?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

mais recentes
Colunistas
O caso do ET de Varginha e a perspectiva de um local 
Colunistas
Ano de eleições municipais: o que precisamos lembrar? 
Ano de eleições municipais: o que precisamos lembrar? 
Notícias
Bett Brasil 2024: FTD Educação traz inovações para a gestão educacional  
Bett Brasil 2024: FTD Educação traz inovações para a gestão educacional  
Dicas
Diversidade: saiba como colocar mais livros diversos na sua lista!
Diversidade: saiba como colocar mais livros diversos na sua lista!

Olá! Que bom ter você conosco! :)

O Conteúdo Aberto oferece gratuitamente conteúdos com curadoria pedagógica para estudantes, escolas e famílias.
Para ter acesso aos melhores conteúdos, efetue seu login ou cadastro:

Olá! Que bom ter você conosco! :)

O Conteúdo Aberto oferece gratuitamente conteúdos com curadoria pedagógica para estudantes, escolas e famílias.
Para ter acesso aos melhores conteúdos, efetue seu login ou cadastro:

Olá! Que bom ter você conosco! :)

O Conteúdo Aberto oferece gratuitamente conteúdos com curadoria pedagógica para estudantes, escolas e famílias.
Para ter acesso aos melhores conteúdos, efetue seu login ou cadastro: